Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Aleluia

 

 

 

 

 

 

 

Não importa onde você parou...
Em que momento da vida você cansou...
O que importa é que sempre é possível recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo...
É renovar as esperanças na vida e, o mais importante...
Acreditar em você de novo.
Sofreu muito neste período? Foi aprendizado...
Chorou muito? Foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?Foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só diversas vezes?É porque fechaste a porta até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?Era o início da tua melhora...
Onde você quer chegar? Ir alto?Sonhe alto...
Queira o melhor do melhor...
Se pensarmos pequeno... Coisas pequenas teremos...
Mas se desejarmos fortemente o melhor e, principalmente, lutarmos pelo melhor...
O melhor vai se instalar em nossa vida.
Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura.
Carlos Drummond de Andrade, Recomeçar


{#emotions_dlg.blueflower}

 

Alice Alfazema

Colorido

 

Pintura de Martine Alison


O dia a dia é tão cheio de pormenores, no entanto apenas alguns reparam neles.



(A esperança refugia-se nos subterrâneos.)


Entretanto constava que existiam aranhas luminosas

em certos esconderijos de raiva paciente

onde os sonhos renasciam

com rumor de palavras rigorosas.


A derrota parecia tornar tudo mais profundo.


Até a superfície

que voava das rosas.


José Gomes Ferreira, Poesia VI




Alice Alfazema




3 anos de blogue

São três anos de escrita, de coisas, de muitas coisas.

 

 

Às vezes doces...

 

 

Outras vezes amargas.

 

 

 

Umas entre o doce e o amargo.

 

 

Pedaços, palavras e letras.

 

 

Saúde!*

 

Partilho também um presente que me ofereceram, podem ver e ler aqui. Obrigada, Manu.

 

Um abraço a todos que aqui passam. :)

 

* não contem álcool.

 

 

Alice Alfazema

Pág. 1/6