Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Sexy e cheirosa

 

 Ver mais em: Elina Ellis Illustration...

 

 

Se estiver cansada relaxe, e pense que é uma bola de sabão perfumado. Deixe-se flutuar, ser levada por uma brisa leve. Veja o que há em seu redor, não apenas o que de mau acontece, mas o que de bom se faz. Flutue e escute uma música suave. Lembre-se das coisas boas. Lembre-se daquilo que teve de enfrentar para ultrapassar obstáculos, recorde da sensação que teve ao conseguir esse feito. Flutue. Chame para si as coisas boas que gostaria de ter. Flutue. Oiça a música suave e sinta a brisa da alegria. Fique com a sensação que tudo está a mudar, mas que este é um processo necessário. Flutue e deixe-se levar pela vibração do seu próprio coração, sinta-o, e anime-se, lembre-se que o Amor é universal. Flutue e liberte-se da tristeza dos rancores e das desilusões. Flutue pela última vez e, deixe para trás o dia de hoje - tenha uma noite tranquila. Boa-noite.

 

 

 

Alice Alfazema

 

 

 

Príncipes sonhadores- Campeões do mundo em atletismo

 

 

Parabéns!

 

 

Por que eu vivo procurando um motivo de viver,
Se a vida às vezes parece de mim esquecer?
Procuro em todas, mas todas não são você.
Eu quero apenas viver, se não for para mim que seja pra você.
Mas às vezes você parece me ignorar, sem nem ao menos me olhar,
Me machucando pra valer.
Atrás dos meus sonhos eu vou correr.
Eu vou me achar, pra mais tarde em você me perder.
Se a vida dá presente pra cada um,
o meu, cadê?
Será que esse mundo tem jeito?
Esse mundo cheio de preconceito.
Quando estou só, preso na minha solidão,
Juntando pedaços de mim que caíam ao chão,
Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou.
Talvez eu seja um tolo,
Que acredita num sonho.
Na procura de te esquecer,
Eu fiz brotar a flor.
Para carregar junto ao peito,
E crer que esse mundo ainda tem jeito.
E como príncipe sonhador…
Sou um tolo que acredita, ainda, no amor.

 

 

 

Príncipe Poeta (Alexandre Lemos – APAE)

 

 

 

 

Alice Alfazema

Radical

 

 

[Tom Sawyer] descobrira sem  o saber uma grande lei que rege a humanidade e que é: para se conseguir que um homem ou um rapaz cobice uma coisa, basta tornar essa coisa difícil de obter.

 

Se fosse um grande e sábio filósofo, como o autor deste livro, teria compreendido então que o trabalho consiste em tudo o que se é obrigado a fazer, e o prazer consiste naquilo que se não é obrigado a fazer. Este raciocínio tê-lo-ia ajudado a entender porque se chama trabalho aos trabalhos forçados e a fazer flores artificiais, enquanto que jogar ao berlinde ou escalar o monte Branco não passa de um divertimento. Há senhores muito ricos, em Inglaterra, capazes de guiar carros de passageiros puxados por quatro cavalos num caminho de vinte ou trinta milhas todos os dias no Verão, porque para isso têm de pagar uma quantia razoável, mas se recusariam a fazê-lo se lhes oferecessem um ordenado, pois isso passaria a ser um trabalho.

 

 

Mark Twain 

 

 

 

 

Alice Alfazema

Pág. 1/8