Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Anos 80-Lady In Red

Canção de propriedade da Universal Music Group

Chris DeBurgh - Lady In Red

Eu nunca vi você parecer tão encantadora
como você fez esta noite
Eu nunca vi você
brilhar tanto
Eu nunca vi tantos homens
perguntar se você queria dançar
Eles estão procurando por um pouco de romance , uma chance
Eu nunca vi esse vestido que você está vestindo
Ou esses realces no seu
cabelo que pegar os seus olhos
Eu estava cego

A dama de vermelho está dançando
comigo de rosto colado
Não há ninguém aqui,
é só você e eu,
quero estar
Mas eu sei que isso dificilmente
beleza do meu lado
Eu nunca vou para começar ,
a maneira como você olha hoje à noite

Eu nunca vi você parecer
tão deslumbrante como esta noite
Eu nunca vi você brilhar
tão brilhante você estava incrível
Eu nunca vi tantas pessoas
quero estar ao seu lado
E quando você virou-se para
mim e sorriu, tirou meu fôlego
Eu nunca tive um sentimento tão
Esse sentimento de completo
e do amor absoluto, como tenho esta noite

A maneira como você olha hoje à noite
Eu nunca vou esquecer , o jeito que você olha hoje à noite
A dama de vermelho
A dama de vermelho
A dama de vermelho
Minha dama de vermelho
(Eu amo você)

Para todas as mulheres e para os homens que gostam delas

Tu és divina e graciosa
Estátua majestosa
No amor!
Por Deus esculturada
E formada com ardor...

Da alma da mais linda flor
De mais ativo olôr
Que na vida é preferida
Pelo beija-flor...

Se Deus
Me fora tão clemente
Aqui neste ambiente
De luz, formada numa tela
Deslumbrante e bela...

Teu coração
Junto ao meu lanceado
Pregado e crucificado
Sobre a rosa e a cruz
Do arfante peito teu...

Tu és a forma ideal
Estátua magistral
Oh! alma perenal
Do meu primeiro amor
Sublime amor...

Tu és de Deus
A soberana flor
Tu és de Deus a criação
Que em todo coração
Sepultas um amor...

O riso, a fé, a dor
Em sândalos olentes
Cheios de sabor
Em vozes tão dolentes
Como um sonho em flor...

És láctea estrela
És mãe da realeza
És tudo enfim
Que tem de belo
Em todo resplendor
Da santa natureza...

Perdão!
Se ouso confessar-te
Eu hei de sempre amar-te
Oh! flor!
Meu peito não resiste
Oh! meu Deus
O quanto é triste
A incerteza de um amor
Que mais me faz penar
Em esperar
Em conduzir-te
Um dia ao pé do altar...

Jurar aos pés do Onipotente
Em preces comoventes
De dor, e receber a unção
Da tua gratidão...

Depois de remir meus desejos
Em nuvens de beijos
Hei de envolver-te
Até meu padecer
De todo fenecer...

 

Marisa Monte

Ventos

"Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que nos trazem algo que aprendemos a amar. Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar tudo o que nos foi dado. Pois tudo o que é realmente nosso, nunca se vai para sempre."

 

Bob Marley

Alfazema

 

 

 


Alfazema,
Pelos jardins eu corro vindo
Pelos jardins eu corro rindo
E nas janelas vasos brancos de porcelana
Trazem mortas todas as rosas amarelas
Todas colheitas de outras eras
No longo curso...

Alfazema
Na primavera vem surgindo
Eu me levando a campos limpos
Me agasalhando nos caminhos
Onde alfazema fez sorriso
E fez descer no paraíso
todos os anjos e suas cestas
para as colheitas de alfazema.

Alfazema
Na primavera vem surgindo
pelos caminhos vou sorrindo
Nas janelas vasos brancos
Onde alfazema fez sorriso
E fez virar um paraíso
Todas colheitas de outras eras
Do longo curso de Alfazema.

Pág. 1/7

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eu aqui por este mundo acima da Terra

foto do autor

Mensagens

No cabeçalho, pintura de Hiroe Sasaki.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D